eMule+portuguese

Seu Forum de ajuda com eMulePlus
 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Comandos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
luanova
Admin
avatar

Feminino Número de Mensagens : 104
Idade : 33
Data de inscrição : 10/06/2008

MensagemAssunto: Comandos   Qua 11 Jun 2008 - 19:52

Comandos do OperServ:

GLOBAL

/msg OperServ GLOBAL mensagens

Permite que os IRCops enviem mensagens para todos os usuários da Rede. A mensagem será enviada pelo nick OperServ.


STATS
/msg OperServ STATS [AKILL | ALL | RESET]
Sem nenhuma opção, mostra o número atual de usuários e IRCops online (excluindo Services), o número máximo de usuários online conectados simultaneamente desde que os Services foram iniciados na rede, e o tempo pelo qual os Services estão rodando sem interrupções.

Com a opção AKILL, será mostrado o tamanho atual da listas de AKILL e SQLINE e o tempo padrão para um AKILL ou SQLINE expirar.

A opção ALL está disponível apenas para os Administradores dos Services, e mostra informações sobre o consumo de memória dos Services. O uso deste comando pode congelar os Services por um curto período de tempo em redes grandes, então não abuse deste comando!

A opção RESET reinicia a contagem do máximo de usuários para o número de usuários atualmente conectados na rede.

UPTIME pode ser usado como um sinônimo para STATS.


OPER
/msg OperServ OPER ADD nick

OPER DEL {nick | entrada | lista-entradas}
OPER LIST [máscara | lista-entradas]
OPER CLEAR


Permite aos Administradores dos Services adicionar ou remover nicks da lista de Operadores dos Services. O usuário que tem o nick na lista de Operadores dos Services e que está identificado no OperServ é capaz de acessar os comandos de Operador dos Services.

O comando OPER ADD adiciona o nick fornecido na lista de Operadores dos Services.

O comando OPER DEL remove o nick especificado da lista de Operadores dos Services. Se uma lista de números de entrada é fornecida, essas entradas são apagadas. (Veja o exemplo para LIST abaixo.)

O comando OPER LIST mostra a lista de Operadores dos Services. Se uma máscara for fornecida, somente aquelas entradas que combinarem com o padrão especificado na máscara serão mostradas. Se uma lista de números de entrada é fornecida, somente essas entradas serão mostradas; por exemplo:

OPER LIST 2-5,7-9
Lista as entradas de Operadores dos Services numeradas de 2 a 5 e de 7 a 9.

O comando OPER CLEAR limpa todas as entradas da lista de Operadores dos Services.

Qualquer Operador de IRC pode usar o OPER LIST. Todos os outros usos do comando são limitados aos Administradores dos Services.

ADMIN
/msg OperServ ADMIN ADD nick

ADMIN DEL {nick | entrada | lista-entradas}
ADMIN LIST [máscara | lista-entradas]
ADMIN CLEAR


Permite aos Service Root Administrators adicionar ou remover nicks da lista de Administradores dos Services. O usuário que tem o nick na lista de Administradores dos Services e que está identificado no OperServ é capaz de acessar os comandos de Administradores dos Services.

O comando ADMIN ADD adiciona o nick fornecido na lista de Administradores dos Services.

O comando ADMIN DEL remove o nick especificado da lista
de Administradores dos Services. Se uma lista de números de
entrada é fornecida, essas entradas são apagadas.
(Veja o exemplo para LIST abaixo.)

O comando ADMIN LIST mostra a lista de Administradores
dos Services. Se uma máscara for fornecida, somente aquelas
entradas que combinarem com o padrão especificado na máscara
serão mostradas. Se uma lista de números de entrada é fornecida,
somente essas entradas serão mostradas; por exemplo:

ADMIN LIST 2-5,7-9
Lista as entradas de Administradores dos Services numeradas
de 2 a 5 e de 7 a 9.

O comando ADMIN CLEAR limpa todas as entradas da lista
de Administradores dos Services.

Qualquer Operador de IRC pode usar o ADMIN LIST.
Todos os outros usos do comando são limitados aos
Service Root Administrators.


• IGNORE
Sintaxe: /msg OperServ IGNORE {ADD|DEL|LIST|CLEAR} [tempo] [nick]

Permite aos Administradores dos Services fazer os Services
ignorar um nick por um certo tempo ou até a próxima
reinicialização. O formato de tempo padrão é em segundos.
Você pode alterar esse formato usando unidades. Unidades
válidas: s para segundos, m para minutos, h para horas e
d para dias. Combinações dessas unidades não são permitidas.
Para fazer os Services ignorarem permanentemente o usuário,
digite 0 como tempo.


• MODE
Sintaxe: /msg OperServ MODE canal modos

Permite que os Operadores dos Services ajustem os modos de
qualquer canal. Os parâmetros são os mesmos do comando
/MODE padrão.

Limitado aos Operadores dos Services.


• UMODE
Sintaxe: /msg OperServ UMODE usuário modos

Permite aos Administradores dos Services ajustar os
modos de usuário para qualquer usuário. Os parâmetros
são os mesmos do comando /MODE padrão.

Limitado aos Super-Admins.


• OLINE
Sintaxe: /msg OperServ OLINE usuário flags

Permite aos Administradores dos Services dar flags de Oper
a qualquer usuário. Flags devem ser prefixadas com "+" ou
"-". Para remover todas as flags apenas digite um "-" em
vez de usar alguma flag.

Limitado aos Super-Admins.


• CLEARMODES
Sintaxe: /msg OperServ CLEARMODES canal [ALL]

Limpa todos os modos binários (i,k,l,m,n,p,s,t) e bans de um
canal. Se ALL é fornecido, limpa também todos os OPs e
voices (modos +o e +v) de um canal.

Limitado aos Operadores dos Services.


• KICK
Sintaxe: /msg OperServ KICK canal usuário motivo

Permite IRCops kickar um usuário de um canal.
Os parâmetros são os mesmos do comando /KICK padrão.
A mensagem do kick tem o nick do IRCop que enviou o
comando KICK, por exemplo:

*** Spam foi kickado do canal #canal pelo OperServ (Operador (Flood))

Limitado aos Operadores dos Services.


• AKILL
Sintaxe: /msg OperServ AKILL ADD [+tempo] máscara motivo

AKILL DEL {máscara | entrada | lista-entradas}
AKILL LIST [máscara | lista-entradas]
AKILL VIEW [máscara | lista-entradas]
AKILL CLEAR

Permite que Operadores dos Services manipulem a lista de
AKILL. Se um usuário que tenta conectar possui uma máscara
prevista na lista de AKILL, os Services emitem um KILL para
aquele usuário, em servidores que suportam, e instrui todos
os servidores da rede a adicionar um ban (K-line) para a
máscara do usuário encontrado.

AKILL ADD adiciona uma máscara ident@host na lista de AKILL
para um dado motivo (deve ser fornecido).
Opcionalmente, um tempo para o akill expirar pode ser
fornecido. O tempo precede a máscara ident@host, e é
especificado como um número inteiro seguido por uma das
seguintes unidades: d (dias), h (horas) ou m (minutos).
Combinações (como 1h30m) não são permitidas. Se uma unidade
específica não é incluída, o padrão é em dias (assim, +30
significa 30 dias). Para adicionar um AKILL que não expira,
use +0. Se a máscara a ser adicionada começar com um +,
o tempo do AKILL deve ser fornecido, mesmo se esse tempo for igual
ao padrão. O tempo atual de expiração de AKILLs pode ser encontrado
com o comando STATS AKILL.

AKILL DEL remove uma dada máscara da lista de AKILL, se ela
estiver presente. Se uma lista de números de entrada for fornecida,
essas entradas serão apagadas. (Veja o exemplo para LIST abaixo.)

AKILL LIST mostra a lista de AKILL atual.
Se uma máscara for fornecida, apenas as entradas que combinarem
com a máscara serão exibidas. Se uma lista de números de entrada
for fornecida, apenas essas entradas serão exibidas; por exemplo:

AKILL LIST 2-5,7-9
Lista as entradas de AKILL numeradas de 2 a 5 e de 7 a 9.

AKILL VIEW é uma versão mais detalhada do AKILL LIST,
e mostrará quem adicionou o AKILL, a data em que foi adicionado,
e quando irá expirar, como também a máscara (ident@host) e o motivo.

AKILL CLEAR apaga todas as entradas da lista de AKILL.

Limitado aos Operadores dos Services.


• SGLINE
Sintaxe: /msg OperServ SGLINE ADD [+tempo] máscara motivo

SGLINE DEL {máscara | entrada | lista-entradas}
SGLINE LIST [máscara | lista-entradas]
SGLINE VIEW [máscara | lista-entradas]
SGLINE CLEAR

Permite que Operadores dos Services manipulem a lista de
SGLINE. Se um usuário que tenta conectar possui um realname
previsto na lista de SGLINE, os Services não permitirão que
ele continue sua sessão de IRC.

SGLINE ADD adiciona uma máscara realname na lista de SGLINE
para um dado motivo (deve ser fornecido).
Opcionalmente, um tempo pode ser fornecido. O tempo precede a
máscara e é especificado como um número inteiro seguido por uma das
seguintes unidades: d (dias), h (horas) ou m (minutos).
Combinações (como 1h30m) não são permitidas. Se uma unidade
específica não é incluída, o padrão é em dias (assim, +30
significa 30 dias). Para adicionar um SGLINE que não expira,
use +0. Se a máscara de realname a ser adicionada começar com
um +, o tempo do SGLINE deve ser fornecido, mesmo se esse tempo
for igual ao padrão. O tempo atual de expiração de SGLINE pode ser
encontrado com o comando STATS AKILL.
Nota: devido ao fato da máscara de realname poder conter espaços,
o separador entre ela e o motivo é um sinal de dois-pontos.

SGLINE DEL remove uma dada máscara da lista de SGLINE, se ela
estiver presente. Se uma lista de números de entrada for fornecida,
essas entradas serão apagadas. (Veja o exemplo para LIST abaixo.)

SGLINE LIST mostra a lista de SGLINE atual.
Se uma máscara for fornecida, apenas as entradas que combinarem
com a máscara serão exibidas. Se uma lista de números de entrada
for fornecida, apenas essas entradas serão exibidas; por exemplo:

SGLINE LIST 2-5,7-9
Lista as entradas de SGLINE numeradas de 2 a 5 e de 7 a 9.

SGLINE VIEW é uma versão mais detalhada do SGLINE LIST,
e mostrará quem adicionou o SGLINE, a data em que foi adicionado,
e quando irá expirar, como também a máscara realname e o motivo.

SGLINE CLEAR apaga todas as entradas da lista de SGLINE.

Limitado aos Operadores dos Services.


• SQLINE
Sintaxe: /msg OperServ SQLINE ADD [+tempo] máscara motivo

SQLINE DEL {máscara | entrada | lista-entradas}
SQLINE LIST [máscara | lista-entradas]
SQLINE VIEW [máscara | lista-entradas]

• SQLINE CLEAR
Permite que Operadores dos Services manipulem a lista de
SQLINE. Se um usuário que tenta conectar possui um nick
previsto na lista de SQLINE, os Services não permitirão que
ele continue sua sessão de IRC.

SQLINE ADD adiciona uma máscara na lista de SQLINE
para um dado motivo (deve ser fornecido).
Opcionalmente, um tempo pode ser fornecido. O tempo precede a
máscara e é especificado como um número inteiro seguido por uma das
seguintes unidades: d (dias), h (horas) ou m (minutos).
Combinações (como 1h30m) não são permitidas. Se uma unidade
específica não é incluída, o padrão é em dias (assim, +30
significa 30 dias). Para adicionar um SQLINE que não expira,
use +0. Se a máscara a ser adicionada começar com um +,
o tempo do SQLINE deve ser fornecido, mesmo se esse tempo for
igual ao padrão. O tempo atual de expiração de SQLINE pode ser
encontrado com o comando STATS AKILL.

SQLINE DEL remove uma dada máscara da lista de SQLINE, se ela
estiver presente. Se uma lista de números de entrada for fornecida,
essas entradas serão apagadas. (Veja o exemplo para LIST abaixo.)

SQLINE LIST mostra a lista de SQLINE atual.
Se uma máscara for fornecida, apenas as entradas que combinarem
com a máscara serão exibidas. Se uma lista de números de entrada
for fornecida, apenas essas entradas serão exibidas; por exemplo:

SQLINE LIST 2-5,7-9
Lista as entradas de SQLINE numeradas de 2 a 5 e de 7 a 9.

SQLINE VIEW é uma versão mais detalhada do SQLINE LIST,
e mostrará quem adicionou o SQLINE, a data em que foi adicionado,
e quando irá expirar, como também a máscara e o motivo.

SQLINE CLEAR apaga todas as entradas da lista de SQLINE.

Limitado aos Operadores dos Services.


• SZLINE
Sintaxe: /msg OperServ SZLINE ADD [+tempo] máscara motivo

SZLINE DEL {máscara | entrada | lista-entradas}
SZLINE LIST [máscara | lista-entradas]
SZLINE VIEW [máscara | lista-entradas]
SZLINE CLEAR

Permite que Operadores dos Services manipulem a lista de
SZLINE. Se um usuário que tenta conectar possui um IP
previsto na lista de SZLINE, os Services não permitirão que
ele continue sua sessão de IRC (e isso, mesmo se o IP possuir
ou não um PTR RR).

SZLINE ADD adiciona uma máscara de IP na lista de SZLINE
para um dado motivo (deve ser fornecido).
Opcionalmente, um tempo pode ser fornecido. O tempo precede a
máscara e é especificado como um número inteiro seguido por uma das
seguintes unidades: d (dias), h (horas) ou m (minutos).
Combinações (como 1h30m) não são permitidas. Se uma unidade
específica não é incluída, o padrão é em dias (assim, +30
significa 30 dias). Para adicionar um SZLINE que não expira,
use +0. Se a máscara a ser adicionada começar com um +,
o tempo do SZLINE deve ser fornecido, mesmo se esse tempo for
igual ao padrão. O tempo atual de expiração de SZLINE pode ser
encontrado com o comando STATS AKILL.

SZLINE DEL remove uma dada máscara da lista de SZLINE, se ela
estiver presente. Se uma lista de números de entrada for fornecida,
essas entradas serão apagadas. (Veja o exemplo para LIST abaixo.)

SZLINE LIST mostra a lista de SZLINE atual.
Se uma máscara for fornecida, apenas as entradas que combinarem
com a máscara serão exibidas. Se uma lista de números de entrada
for fornecida, apenas essas entradas serão exibidas; por exemplo:

SZLINE LIST 2-5,7-9
Lista as entradas de SZLINE numeradas de 2 a 5 e de 7 a 9.

SZLINE VIEW é uma versão mais detalhada do SZLINE LIST,
e mostrará quem adicionou o SZLINE, a data em que foi adicionado,
e quando irá expirar, como também a máscara IP e o motivo.

SZLINE CLEAR apaga todas as entradas da lista de SZLINE.

Limitado aos Operadores dos Services.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://emuleplus-portuguese.forumeiros.com
luanova
Admin
avatar

Feminino Número de Mensagens : 104
Idade : 33
Data de inscrição : 10/06/2008

MensagemAssunto: Re: Comandos   Qua 11 Jun 2008 - 19:53

• SET
Sintaxe: /msg OperServ SET opção seleção

Ajusta várias opções globais dos Services. Os nomes de opção
atualmente definidas são:

READONLY Ativa o modo read-only ou read-write
LOGCHAN Ativa ou desativa envio de log a um canal
DEBUG Ativa ou desativa o modo de depuração (debug)
NOEXPIRE Ativa ou desativa o modo não-expira
SUPERADMIN Ativa ou desativa o modo Super-Admin
SQL Ativa ou desativa o modo SQL
IGNORE Ativa ou desativa o modo Ignore
LIST Lista as opções atuais

Limitado aos Administradores dos Services.


• SET READONLY
Sintaxe: /msg OperServ SET READONLY {ON | OFF}

Ativa ou desativa o modo read-only (somente leitura).
No modo read-only, usuários normais não serão capazes de
modificar nenhum dado nos Services, incluindo lista de acesso
de canais e nicks etc. IRCops com privilégios suficientes
nos Services serão capazes de modificar a lista de AKILL
e de proibir ou cancelar o registro de canais ou nicks,
embora quaisquer mudanças não serão salvas no banco de
dados a menos que o modo read-only seja desativado antes
dos Services serem terminados ou reiniciados.

Esta opção é equivalente à opção da linha de comando
-readonly.


• SET LOGCHAN
Sintaxe: /msg OperServ SET LOGCHAN {ON | OFF}

Com esta opção ativada, os Services enviarão seus logs
para um canal especificado. LogChannel deve estar definido
na configuração dos Services para esta opção poder ser usada.

Nota: Pode haver graves implicações de segurança se o canal
de log não estive devidamente seguro.


• SET DEBUG
Sintaxe: /msg OperServ SET DEBUG {ON | OFF | número}

Ativa ou desativa o modo de depuração (debug). No modo de
depuração, todos os dados enviados para os Services e vindos
deles, assim como um número de outras mensagens de depuração
são enviadas a um arquivo de log. Se número é fornecido,
o modo de depuração é ativado, com nível de depuração ajustado
para número.

Esta opção é equivalente à opção da linha de comando
-debug.
















































• SET LIST
Sintaxe: /msg OperServ SET LIST

Exibe as várias configurações do OperServ.


• SET NOEXPIRE
Sintaxe: /msg OperServ SET NOEXPIRE {ON | OFF}

Ativa ou desativa o modo NOEXPIRE. Se estiver ativado, os
nicks, canais, akills e exceções não irão expirar enquanto a
opção não for desativada.

Esta opção é equivalente à opção da linha de comando
-noexpire.


• SET SQL
Sintaxe: /msg OperServ SET SQL {ON | OFF}

Ajustando esta opção, fará os Services usarem ou não SQL. Isso deve
ser usado para ativar ou desativar SQL caso seu servidor SQL caia
enquanto os Services estiverem rodando.


• SET SUPERADMIN
Sintaxe: /msg OperServ SET SUPERADMIN {ON | OFF}

Ativando esta opção, lhe serão concedidos privilégios extras como a
habilidade de ser "founder" em todos os canais etc.

Esta opção não é permanente, e deve ser usada somente quando
necessária, e desativada quando não for mais necessária.


• NOOP
Sintaxe: /msg OperServ NOOP SET servidor

NOOP REVOKE servidor

NOOP SET remove todas as O:lines do servidor
especificado e killa todos os IRCops atualmente nele
para prevenir que eles dêem rehash no servidor (pois
isto simplesmente cancela o efeito).

NOOP REVOKE torna todas as O:lines removidas
novamente disponíveis no servidor especificado.

Nota: O servidor não é checado como um todo
pelos Services.

Limitado aos Administradores dos Services.


• JUPE
Sintaxe: /msg OperServ JUPE servidor [motivo]

Diz aos Services para "jupar" um servidor -- isto é, criar
um falso servidor conectado aos Services que previne que o
servidor real com aquele nome se conecte na rede. O jupe
pode ser removido usando um SQUIT padrão. Se um motivo
é dado, ele é colocado no campo de informação do servidor;
caso contrário, o campo de informação do servidor irá conter
o texto "Jupado por <nick>", mostrando o nick de quem mascarou
o servidor.

Limitado aos Administradores dos Services.


• RAW
Sintaxe: /msg OperServ RAW texto

Envia uma série de texto diretamente ao servidor onde os
Services estão conectados. Este comando tem várias
limitações de uso, e pode criar destruição e problemas na
rede se for usado inadequadamente. NÃO USE ESTE COMANDO
a menos que você tenha absoluta certeza do que está fazendo!

Limitado aos Administradores dos Services.


• UPDATE
Sintaxe: /msg OperServ UPDATE

Faz com que os Services atualizem o banco de dados logo que
você envia este comando.

Limitado aos Administradores dos Services.


• RELOAD
Sintaxe: /msg OperServ RELOAD

Faz com que os Services recarreguem seu arquivo de configuração.
Repare que, para algumas mudanças terem efeito, será necessário
que os Services sejam reiniciados.

Limitado aos Administradores dos Services.


• QUIT
Sintaxe: /msg OperServ QUIT

Faz com que desligue os Services imediatamente; o banco de
dados não é salvo. Este comando não deve ser usado a menos
que haja um dano da cópia do banco de dados na memória e por
isso eles não devam ser salvos. Para desligar normalmente,
use o comando SHUTDOWN.

Limitado aos Administradores dos Services.


• SHUTDOWN
Sintaxe: /msg OperServ SHUTDOWN

Salva o banco de dados dos Services e os desliga.

Limitado aos Administradores dos Services.


• RESTART
Sintaxe: /msg OperServ RESTART

Salva o banco de dados dos Services e os reinicia.
(sai e roda imediatamente o executável).

Limitado aos Administradores dos Services.


• KILLCLONES
Sintaxe: /msg OperServ KILLCLONES nick

Expulsa ("killa") todos os usuários que tenham os mesmos
hosts que o nick especificado, adicionando um AKILL temporário
no formato *@host para prevenir que os usuários indesejados
reconectem imediatamente. Uma mensagem em WallOps é também
enviada para indicar quem usou o comando, quais hosts foram
afetados e quantos usuários foram expulsos ("killados").
É usado para remover vários clones da rede.

Limitado aos Operadores dos Services.


• CHANLIST
Sintaxe: /msg OperServ CHANLIST [{padrão | nick} [SECRET]]

Lista todos os canais em uso na Rede, sejam eles registrados ou não.

Se um padrão é fornecido, listará apenas canais que combinem com
ele. Se um nick é fornecido, listará apenas canais que o usuário
estiver usando. Se SECRET é especificado, listará apenas canais
combinando com o padrão e que tenham modo +s ou +p.

Limitado aos Administradores dos Services.


• USERLIST
Sintaxe: /msg OperServ USERLIST [{padrão | canal} [INVISIBLE]]

Lista todos os usuários online na Rede, tenham eles nicks
registrados ou não.

Se um padrão é fornecido, listará apenas usuários que combinem
com ele (deve estar no formato nick!ident@host). Se um canal é
fornecido, listará apenas usuários que estão no canal dado.
estiver usando. Se INVISIBLE é especificado, listará apenas usuários
que tenham o modo +i.

Limitado aos Administradores dos Services.


• EXCEPTION
Sintaxe: /msg OperServ EXCEPTION ADD [+tempo] máscara limite motivo

EXCEPTION DEL {máscara | lista}
EXCEPTION MOVE núm posição
EXCEPTION LIST [máscara | lista]
EXCEPTION VIEW [máscara | lista]

Permite que os Administradores dos Services manipulem a lista
de hosts que tenham limite de conexões especificados - deixando
certos hosts, como shell de servidores, conectar mais que o
número padrão de conexões simultâneas. Uma vez um host atingindo
um limite de conexão, todos os clientes que tentem conectar
daquele host serão expulsos ("killados").

Antes do usuário ser expulso ("killado"), ele será notificado
via /NOTICE do OperServ com um tópico de ajuda sobre limitação
de conexões.

EXCEPTION ADD adiciona a máscara fornecida à lista de exceções.
Note que as máscaras nick!user@host e user@host são
inválidas. Só nomes reais de hosts, como mail.dominio.com e
*.dominio.com, são permitidos porque a limitação de
conexão não utiliza o nick ou ident para bloquear o acesso.

EXCEPTION DEL remove a máscara especificada da Lista de
exceções.
EXCEPTION MOVE move uma exceção de número núm para uma
posição dada. As exceções que estavam na faixa onde houve
alteração serão todas movidas para cima ou para baixo conforme
for o deslocamento necessário.
EXCEPTION LIST ou EXCEPTION VIEW mostram todas as
exceções atuais válidas; se uma máscara é dada como parâmetro
opcional, a lista é limitada as exceções que são compatíveis
com a máscara dada. A diferenca é que EXCEPTION VIEW
é mais detalhado, mostrando o nome da pessoa que adicionou
a exceção, o seu limite de conexões, o motivo, a máscara do
host, a data e o tempo de validade.

Note que um cliente que conecte vai usar a primeira exceção
que for compatível com o seu host. Listas de exceções muito
grandes e máscaras de hosts muito abrangentes certamente
irão degradar a eficácia de funcionamento ("performance")
dos services.

Limitado aos Administradores dos Services.


• SESSION
Sintaxe: /msg OperServ SESSION LIST número
Sintaxe: /msg OperServ SESSION VIEW host

Permite que os Administradores dos Services vejam a lista de
conexões.

SESSION LIST lista máscaras de hosts com pelo menos
número conexões permitidas.
O limite deve ser um número maior que 1. Isto deve prevenir
a listagem de muitos hosts com um limite de conexões
limitado a 1.
SESSION VIEW mostra informações detalhadas sobre um host
específico, incluindo o número de conexões atual e o limite
A máscara dada em host não deve incluir wildcards.

Veja a ajuda sobre EXCEPTION para mais informações sobre
o limite de conexões e como especificar limites de conexões
para certos hosts e grupos de hosts.

Limitado aos Administradores dos Services.


• CHANKILL
Sintaxe: /msg OperServ CHANKILL [+tempo] canal motivo

Adiciona um AKILL para cada nick no canal especificado. Isso
usa por completo todo o host real ident@host para cada nick;
em seguida, força o AKILL.



• DEFCON
Sintaxe: /msg OperServ DEFCON [1|2|3|4|5]

O sistema Defcon pode ser usado para implementar um conjunto
pré-definido de restrições aos Services, útil durante uma
tentativa de ataque à Rede.


• DEFCON AKILL NEW CLIENTS
* AKILLA quaisquer novos clientes conectando

• DEFCON FORCE CHAN MODES
* Força os Modos de Canal (OperServ) a serem setados em todos os canais

• DEFCON NO MLOCK CHANGE
* Impedida a mudança de MLOCK

• DEFCON NO NEW CHANNELS
* Impedido o registro de novos canais

• DEFCON NO NEW CLIENTS
* Killa quaisquer NOVOS clientes conectando

• DEFCON NO NEW MEMOS
* Impede o envio de novos memos

• DEFCON NO NEW NICKS
* Impedido o registro de novos nicks

• DEFCON ONLY
* Ignora quaisquer não-opers com mensagem

• DEFCON REDUCE SESSION
* Usa o limite de sessões reduzido de <num>

• DEFCON SILENT ONLY
* Silenciosamente ignora não-opers

• LOGGED
Aviso: Todos os comandos enviados para o OperServ são gravados!


• MODINFO
Sintaxe: /msg OperServ MODINFO Nome-Do-Arquivo

Este comando lista informações sobre um módulo carregado.

Limitado aos Service Root Administrators.


• MODLIST
Sintaxe: /msg OperServ MODLIST

Lista todos os módulos atualmente carregados.

Limitado aos Service Root Administrators.


• MODLOAD
Sintaxe: /msg OperServ MODLOAD NomeDoArquivo

Este comando carrega o módulo chamado NomeDoArquivo
do diretório de módulos.

Limitado aos Service Root Administrators.


• MODUNLOAD
Sintaxe: /msg OperServ MODUNLOAD Nome-Do-Arquivo

Este comando descarrega o módulo chamado NomeDoArquivo
do diretório de módulos.

Limitado aos Service Root Administrators.
• SVSNICK
Sintaxe: /msg OperServ SVSNICK nick novo-nick

Força a mudança do nick de um usuário, de nick a novo-nick. Limitado aos Super-Admins

O Team Do eMule+Portuguese
_________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://emuleplus-portuguese.forumeiros.com
 
Comandos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Comandos básicos sobre variáveis - parte 2
» RPG - Comandos com Codes
» Ferramentas de usuário do Forumeiros não responde à meus comandos!
» Quais são os comandos de chat?
» Sugestao - Mais comandos para o Chatbox

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
eMule+portuguese :: IRC-Serviços :: OperServ-
Ir para: